Portal do Governo do Estado do Piauí
Quarta, 22 de outubro de 2014.

26/08/2011 10:20

Governo e Dnocs retomam obras no campo

São os casos do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe e dos Tabuleiros Litorâneos.

Flávio Meireles
Platôs de Guadalupe (Foto:Paulo Barros)

Desde a implantação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no Brasil, várias obras importantes têm sido desenvolvidas em todo o país. No Piauí, algumas delas são voltadas para o desenvolvimento do campo. São os casos do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe e dos Tabuleiros Litorâneos, empreendimentos que desenvolvem o agronegócio e devolvem a dignidade aos produtores rurais.

Em Guadalupe, o Perímetro Irrigado, cuja primeira etapa já funciona integralmente, há 1.800 hectares produzidos, nos quais 90% da produção é de altíssima qualidade. “Produzir 35 ou 40 toneladas de frutas por hectare plantado é algo que enche os olhos de todos”, comemora o governador Wilson Martins.

Implantado em 1987, mas retomado de forma efetiva apenas em 2004, o Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe é responsável por cerca de 1.000 empregos diretos e 2.000 indiretos. "Além de contribuir para a distribuição de renda, a produção do Perímetro Irrigado tem o aspecto positivo de que todo o faturamento obtido a partir dele é deixado dentro do município ou do Estado", comenta o presidente da Associação Central dos Irrigantes do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe (Acipe), Valdemir Alves.

De acordo com Wilson Martins, mais do que a potencialidade, o clima propício para o cultivo e a abundância de água, outros fatores contribuem para o sucesso de empreendimentos como o Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe. “Já existe uma tecnologia agregada e, com isso, a geração de emprego e a geração de renda e o abastecimento, não só interno, mas também externo”, assinala.

“Juntando a nossa vocação para o trabalho, temos aí uma das maiores produtividades de fruta da região. Com quantidade de terra que nós temos aqui disponível e com água à vontade, a gente pode transformar o Piauí em um dos celeiros mais importantes na produção, na fruticultura e na indústria de transformação”, vislumbra o governador.

Além do Perímetro Irrigado Platôs de Guadalupe, outro projeto que tem desenvolvido o agronegócio e devolvido a dignidade aos produtores rurais no Piauí diz respeito aos Tabuleiros Litorâneos. Na primeira etapa, foram implantados 2.500 hectares destinados à produção de frutos orgânicos. A segunda etapa prevê mais 5.900 hectares, que serão divididos entre irrigantes familiares, agrônomos e técnicos agrícolas.

“Esses eram dois projetos que, no início do governo do presidente Lula, se encontravam abandonados completamente. Hoje, são projetos revitalizados, que estão produzindo e, ao mesmo tempo, o Governo Federal está fazendo os investimentos na segunda etapa desses projetos”, destaca o diretor regional do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), José Carvalho.