Portal do Governo do Estado do Piauí
Quinta, 30 de março de 2017.
 

18/03/2017 09:59

Governador debate estratégias para estimular produção

A medida visa enfrentar o momento de desaquecimento da economia, estimulando a produção em diversas áreas.

Redação CCom
(Foto:Jorge Henrique Bastos)

O governador Wellington Dias reuniu, na tarde dessa sexta-feira (17), representantes da Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil, Emater, Secretarias de Planejamento e Desenvolvimento Rural, além da coordenação das Câmaras Setoriais, para discutir alternativas de alavancar os setores produtivos no Piauí. A medida visa enfrentar o momento de desaquecimento da economia, estimulando a produção em diversas áreas.

Uma das estratégias discutidas no encontro foi a criação de um fundo de aval, uma reserva de dinheiro para ser aplicada de acordo com a preferência dos produtores. O fundo deve contar com recursos do Fundo de Erradicação da Pobreza e do ICMS.

“Daquele ICMS do próprio setor vamos tirar uma pequena parte e colocar em um fundo específico por atividade. A câmara setorial, formada por representantes do setor privado, vai decidir como aplicar. Pode ser estrada, energia, qualificação profissional, fica a critério deles” explicou o governador.

O objetivo é fomentar a economia potencializando a produção, industrialização e comercialização nos arranjos produtivos, em áreas como pescado, fruticultura, suínos e laticínios. Dias entende que o Piauí tem potencial para reduzir a importação de alimentos, produzindo mais.

“Compramos de outros estados, doces, leite, iogurte, linguiça e outros produtos. Queremos produzir dentro do Piauí, gerando emprego e renda para que nossa economia cresça” disse o governador.

Paralelo ao projeto de criação do fundo de aval, o governador determinou a elaboração de diagnósticos com as potencialidades dos territórios de desenvolvimento, além da definição de estratégias para implantação de cursos profissionalizantes, para formação de mão-de-obra para atender a demanda dos arranjos produtivos.